Comunidade na TV

Foi bem emocionante assistir a volta do programa Comunidade na TV para a Rede Band, tanto por representar uma nova conquista dessa brilhante gestão da FIERJ, comandada pelo Herry Rosenberg, como pelas lembranças que tal fato ensejou, visto que, como presidente dessa mesma federação, consegui manter esse programa, nesse mesmo canal, nos dois anos do meu mandato.

Só quem já foi responsável por tal empreitada, pode avaliar os desafios que se enfrenta, tanto do ponto de vista institucional, como financeiro. Como já dizia o poeta – “Recordar é viver” -, me lembro das primeiras reuniões com o meu diretor de comunicação, que me convenceu em quebrar paradigmas e impor uma nova estética ao programa, que, aliás, perdura, na sua essência, até hoje.

Reconheço que devo o sucesso daquela temporada ao Claudio Starec, que pautava, editava e era o apresentador do “Comunidade”. A mim cabia, além da aprovação do conteúdo proposto, o suporte financeiro, que conseguia graças à generosidade de patrocinadores, que achavam importante a nossa presença na mídia nacional.

Ainda me lembro dos sons das batidas aceleradas do coração, até o programa ir ao ar todos os domingos. E depois, era correr para o abraço ou a crítica da galera, que não perdoava uma imagem ou uma fala cortada na edição. Tinha que fazer muita aeróbica, para ser capaz de pular, incólume, as fogueiras das vaidades.

Assim, dou um  caloroso “yasher koach” para a FIERJ por esse primeiro programa.  Foi capaz de demonstrar a pujança das manifestações judaicas desde os tempos da emigração marroquina para a Amazônia, passando pela cultura ladina, chegando à apoteose da manifestação mundial de sionismo, representada pelas Macabíadas.

O vídeo do encontro dos autores israelenses da música “Tudo bom”, com o embaixador brasileiro, em Israel, foi uma grande sacada. Os laços Brasil Israel devem ser sempre valorizados, tendo em vista o enorme campo de cooperação, que os dois países têm pela frente, nas diferentes áreas de produção, em que se destacam.

Aos profissionais envolvidos com a editoria do “Comunidade” só um conselho de leiga. Não desperdicem a oportunidade de entrevistar um homem da estatura do Dr. Elie Horn. As suas sábias lições mereciam ser ouvidas, longe do tumulto de uma palestra.

Enfim, parabéns comunidade judaica do Rio de Janeiro. Você está bem representada na TV, assim como na realidade do dia a dia, em que não faltam desafios para serem enfrentados.  Juntos e unidos trabalhamos melhor.

Um comentário

  1. Suzana Grinspan
    Suzana Grinspan 18 de julho de 2017 at 14:46 |

    SEMPRE COM SABEDORIA E EDUCADAMENTE DANDO SEUS PALPITES<E AGRADECENDO AOS QUE LHE DERAM APOIO PAEABENS!!!!!!ABSuz@n@

    Responda este comentário

Comente