Mark Knopfler, guitarrista, cantor e compositor

Mark Freuder Knopfler nasceu em 12 de agosto de 1949, em Glasgow, na Escócia. Seu pai era judeu húngaro, arquiteto e antifascista, fugindo de seu país em 1939. Sua mãe era inglesa. Aos oito anos Mark mudou-se com a família para o Reino Unido, para Newcastle upon Tyne. Mark foi influenciado por seu tio Kingsley, que era músico e tocava boogie-woogie. Nos anos de 1960 ele participou de bandas jovens e admirava Elvis Presley, Scootty Moore, B.B.King, Hank Marvin e James Burton. Aos 16 anos apareceu numa TV local fazendo parte de um dueto ao lado de sua colega de sala Sue Hercombe.

Em 1968 estudou Jornalismo e foi contratado como repórter júnior em Leeds para o “Yorkshire Evening Post”. Dois anos mais tarde integrou a turma de Letras na Universidade de Leeds. Sua carreira de roqueiro deslanchou no final dos anos 70 quando ele liderou a banda “Dire Straits”, onde iniciou seus solos vibrantes e cheios de contemporaneidade . É chamado de o guitarrista “fingerstyle”, pelo modo carinhoso e único como trata a sua guitarra na hora de tocar.

Nos anos 1977, já na companhia de seu irmão David e com John IIlsley, Mark liderava um grupo musical chamado “Cafe Racers”, que viria a corporizar poucos meses depois o contexto musical denominado “Dire Straits” (Knopfler na guitarra e nos vocais; seu irmão David na guitarra rítmica; John IIIsley encarregado do baixo; e Pick Withers na bateria). O grupo gravou cinco músicas , muito conceituadas até hoje: “Wild Wild West”, “Sultans of Swing”, “So Far Away”, “Down to the Waterline” e “Romeo and Juliet”. Os dois primeiros álbuns “Straits” e “Communiqué” constaram imediatamente do topo das listas de vendas de vários países europeus, destacando-se “Sultans of Swing”. O maior sucesso da banda aconteceu em 1985 com o lançamento do seu quinto álbum “Brothers in Arms”, que vendeu mais de 30 milhões de unidades, sendo até hoje o quarto mais vendido em todo o Reino Unido. Neste álbum, destacava-se o single “Money for Nothing”, que chegou ao primeiro lugar nos Estados Unidos e foi o primeiro videoclipe da MTV. O grupo “Dire Straits” realizou 230 concertos com sucesso absoluto entre 1985 e 1986.

Em 1996 o músico optou por uma carreira solo, com destaque para “Sailing to Philadelphia”(2000), “Shangri-La”(2004) e “Get Lucky”(2009). Nessa fase ele fez parcerias com artistas, como Sting, Bob Dylan, Eric Clapton, Chet Atkins e Van Morrison. Em 2015 lançou seu novo álbum “Tracker”.
Mark Knopfler é um músico bastante respeitado e motivo de inspiração para novos artistas, tendo recebido uma condecoração da Ordem do Estado Britânico e quatro Grammy Awards.

Mark Knopfler, Eric Clapton, Sting and Phil Collins – “Money for Nothing Live”

Dire Straits – “Money for Nothing”

Mark Knopfler – “Brothers in arms” (Berlin 2007)

Mark Knopfler – “Sultans of Swing” (Sevilla 26-07-2015)

 

Comente