O bom gosto de Jairo de Sender

jairo3

Pelo quarto ano consecutivo o quadro mensal “Dando um Retoque” do  programa “Mais Você” com Ana Maria Braga na Rede Globo, está de volta, após um período de férias, sob a coordenação do arquiteto Jairo de Sender.

Um dos mais badalados e requisitados profissionais cariocas, Jairo de Sender além do contrato com a Globo, estará em março na Mostra Artefacto, uma das mais importantes em nível internacional, onde decora um loft de 70m2, além do Bangalô da Ilha de Caras.
Mesmo com a agenda lotada, Jairo não abre mão de cuidar do seu lado espiritual e é através da música que isso é possível. Há 10 anos, às quintas-feiras, participa dos ensaios do Coral Kol Haneshaná sob a batuta do Chazan David Alhadeff.

Consegui falar com Jairo de Sender num raro momento de folga em sua agenda e o teor de nossa conversa você pode acompanhar a seguir. Vamos lá?

. Como surgiu o convite para participar do programa Mais Você da Rede Globo?jairo

-Fui chamado em 2011, para fazer o piloto de um programa. Depois  fui chamado para fazer o segundo piloto, no terceiro programa, o quadro já era um sucesso e aí preferiram fazer um contrato comigo. Hoje sou arquiteto contratado pelo programa “Mais Você” para fazer o quadro Dando um Retoque.

.Como funciona esse quadro?

- As pessoas entram no site do quadro e mandam fotos e um vídeo explicando por que aquela pessoa merece ganhar ou dar de presente para alguém a reforma de determinado cômodo da sua casa. Então, na verdade, não é um programa assistencialista, e sim, um programa que busca histórias interessantes, histórias que mereçam destaque.  Depois que recebemos o pedido, a produção do programa visita a casa para fazer avaliação dos ambientes e de acordo com o perfil, prazo, custo e boa possibilidade de filmagem, fazemos a escolha. Tenho 48 horas para fazer a transformação e no dia da apresentação do quadro, vou ao programa ao vivo para dar dicas de decoração, mostrar o que foi feito, baseado em custos baixos.

dando_um_retoque.É um trabalho bem diferente do qual você está acostumado a fazer, como decorar ambientes mais sofisticados, não?

- Sim, é um trabalho gratificante, pois a maneira como nossa equipe é recebida e a confiança depositada em deixarem a chave da sua casa é realmente muito emocionante.  Todo o nosso trabalho é, minuciosamente, planejado e a equipe civil da obra, com cerca de 21 funcionários, é minha.  Faço trabalhos por todo Brasil e tenho sempre uma equipe no local onde será realizada a reforma. Já estivemos em Porto Alegre, Florianópolis, São Paulo, Mauá (SP), Jundiaí, Itaborai (RJ) e Grande Rio.

.O que é mais gratificante neste trabalho?

-Poder proporcionar às pessoas um sonho e em 48 horas entregar a chave deste sonho realizado, isso não tem preço. Aliás, a emoção não é só da nossa equipe, mas também das pessoas que recebem este presente. A Globo sempre envia uma ambulância para o local escolhido, no dia da entrega das chaves, pois muitas pessoas desmaiam de emoção ao ver a transformação do seu ambiente. Após a exibição do quadro no Mais Você, chego a receber cerca de 800 a 900 pedidos de amizade nas redes sociais . O quadro é realmente um sucesso!

.Você é o único arquiteto que mais participou do Casa & Cor. Por que não participa mais deste evento?

-Realmente,  poderia entrar para o Guines, pois fui o único arquiteto que até hoje teve o maior número de participações. Foram 21 edições, uma maioridade. Em 2011 encerrei a minha participação porque acho que este Casa& Cor perdeu um pouco o foco devido a quantidade excessiva de eventos de decoração no Rio de Janeiro. Por outro lado, fechei este ciclo e acho importante abrir espaço para profissionais que estão no inicio de carreira e se lançando no mercado.

.Decoração é “um artigo de luxo” ou uma necessidade?

-Uma necessidade, com certeza! Hoje, cada vez mais, as pessoas ficam mais tempo em casa, devido a segurança e outros diversos motivos. Elas sentem necessidade de se adaptarem ao seu ambiente e se não contratarem um profissional para isso, acabam gastando mais do que o necessário, pois precisam refazer o trabalho mal feito.

.Quais trabalhos você já realizou para a comunidade judaica no Rio de Janeiro?

-A sinagoga Beit Lubavitch da Barra da Tijuca, o novo salão de festa da CJB com 400 m2 , que ficou pronto no último mês de dezembro, a sede do Hillel, na Lagoa, a biblioteca e algumas salas temáticas da Escola Eliezer – Max.

.Com tanto trabalho, ainda sobra tempo para a participação no Coral Kol Haneshaná?

-Há 10 anos me dedico ao coral que tem a frente David Alhadeff que une a música litúrgica aos Beatles, tipo “Adon Olam” com “Imagine”. É uma conexão total e me sinto entregue espiritualmente participando em eventos nas diversas instituições judaicas.

4 Comentários

  1. jairo de sender
    jairo de sender 21 de janeiro de 2014 at 14:04 |

    adorei o carinho e atenção desta equipe
    shavuá tov

    Responda este comentário
    1. Rosete Roizenblit Rubin
      Rosete Roizenblit Rubin 23 de janeiro de 2014 at 13:21 |

      Prezado Jairo,
      1- como entrar em contato com você? tel, celular,e-mail?
      2- qual é dia e hora do seu quadro em Mais Você?
      abraços, Rosete

      Querida Denise,
      o coral é ….neshanáh? acho que mais pertinente seria …neshamáh; erro de digitação?
      revisão?
      bjs, rosete

      Responda este comentário
  2. alegria
    alegria 26 de janeiro de 2014 at 17:13 |

    gosto muito do quadro do Jairo,
    muito boa a entrevista.
    beijos

    Responda este comentário

Comentários