O melhor do Bom Retiro em site

blog-do-editor-ok-r

Sergio Beni Luftglas

Criador do site www.pindaiba.com.br, que dá dicas de programas culturais baratos ou gratuitos na cidade de São Paulo, Sérgio Beni Luftglas, acaba de lançar um novo site, desta vez, dedicado ao bairro onde mora há 43 anos, o Bom Retiro.

No www.tudodebomretiro.com.br, o internauta irá encontrar curiosidades, fotos antigas e dicas de compras no bairro que é possuidor de uma importante herança patrimonial e cultural da cidade. O Bom Retiro abriga a Pinacoteca do Estado de São Paulo, o Museu de Arte Sacra de São Paulo, o Museu da Língua Portuguesa (dentro da Estação da Luz), a Estação Pinacoteca (no antigo DOPS) e o Centro de Estudos Musicais – Tom Jobim.

Atualmente, o Bom Retiro é uma mescla de várias culturas. Andando pelas ruas do bairro é possível encontrar judeus ortodoxos, restaurantes e docerias de comida judaica, a sinagoga mais antiga de São Paulo e o Taib – Teatro Alternativo Israelita Brasileiro. Encontra-se também em nomes de ruas, cantinas e instituições ligadas à Igreja Católica (como o colégio Santa Inês e Igreja Dom Bosco) a origem italiana da sua urbanização. Igrejas presbiterianas, restaurantes e a maioria dos estabelecimentos comerciais marcam a presença coreana. Ainda há gregos, lituanos e bolivianos entre os moradores do bairro.

Sergio Luftglas já esteve no Nosso Jornal falando sobre o seu site Pindaíba e agora, cerca de 4 anos depois, retorna para nos contar sobre o Tudo de Bom Retiro. Vamos lá?

fotos-antigas

Foto antiga do Bom Retiro

 

.O tudodebomretiro.com.br era uma coluna do pindaíba.com.br que virou site. O interesse pelo bairro é muito grande entre seus leitores?

-Sim. Temos uma média de 100 a 150 acessos diários e o nosso público-alvo é de moradores e ex-moradores desse bairro. No site, publicamos dicas culturais, matérias com moradores de destaque, como foi o caso do ator Elias Gleizer, que faleceu na semana passada, e foi morador do Bom Retiro antes de se mudar para o Rio de Janeiro. Temos também uma coluna de fotos antigas que atrai ex-moradores que querem matar as saudades do lugar onde viveram. Nesse caso, temos muitos acessos de paulistanos do Bom Retiro que hoje moram em Israel, por exemplo.

.O Bom Retiro era um bairro tipicamente judaico, Sabemos que com o passar do tempo houve uma mudança, mas você, assim como outros membros da comunidade judaica, ainda reside nesse bairro. Há ainda muitos judeus morando no Bom Retiro?

-Estatisticamente não possuo esses dados, mas posso te dar uma referência pessoal do prédio onde resido onde 100% dos moradores eram de famílias judaicas e hoje esse número caiu para 50%. Hoje temos duas escolas judaicas religiosas, sendo que as escolas laicas mudaram para outros bairros.

. Qual é hoje a principal atração do Bom Retiro?

-O comércio atrai um bom número de visitantes e a rua José Paulino continua sendo um grande centro atrativo com lojas para todos os gostos e preços atacadistas. Além disso, temos a Pinacoteca da cidade que abriga exposições internacionais como foi a recente exposição do artista australiano Ron Mueck ou o Museu da Língua Portuguesa que está sempre com visitantes e turistas.

.Além dos sites, você é jornalista e também faz figurações em novelas, comerciais e filmes. O que esses trabalhos têm em comum?

-Bem, para começar, não dá para viver só com a renda dos sites, por isso faço com frequência figurações em novelas, sendo que a última gravação que fiz foi para a próxima novela das 23h “Verdades Secretas”, da Rede Globo.

.Você é ator ou fez teatro?

-Não! Comecei a fazer figuração em 2001, quando voltei do exterior, morei 3 anos e meio em Israel e 1 ano na Inglaterra. Quando voltei ao Brasil, fiquei um tempo sem saber o que iria fazer, então um amigo que é ator me convidou para fazer figuração, enquanto decidia o que fazer profissionalmente. Esse é um trabalho agradável e que complementa a minha renda mensal.

.Além do retorno financeiro, o que você mais curte em relação a esse trabalho nos sites?

-No caso do Tudo de Bom Retiro, curto apurar as notícias, pois é o meu bairro e conheço as pessoas e tenho um bom contato com todos. Faço um trabalho de pesquisa e descubro curiosidades como a cantora judia (ortodoxa) Einat Rosenfeld, ela canta Adon Olam em ritmo de “Maria, Maria” de Milton Nascimento. Conheci também a senhora Anja Worek, conhecida doceira ambulante do Bom Retiro, que arregaçou as mangas e aderiu à economia alternativa para o sustento da família vendendo sonhos de porta em porta. Acho isso tudo muito legal!

 

4 Comentários

  1. Sergio
    Sergio 19 de maio de 2015 at 15:49 |

    Cara Denise, é uma honra estar em sua página. Muito obrigado. Um grande e sincero abraço.

    Sergio

    Responda este comentário
  2. A primeira entrevista (a gente nunca esquece). Foi publicada no… | Tudo de bom retiro

    […] ⇒ Artigo […]

  3. Regina Caldas
    Regina Caldas 19 de maio de 2015 at 23:59 |

    No inicio da década de 50 estudei interna no Santa Inês. Era uma delicia circular pelo bairro todos os domingos. O colégio todo unufirmizado e em fila, rsrsrs bjs

    Responda este comentário
  4. Isaac Pazuello
    Isaac Pazuello 20 de maio de 2015 at 12:24 |

    Não sou Paulista mas conheci o Bom Retiro em meados dos anos 80 e já estive atualmente e pude ver a mudança.

    Responda este comentário

Comente