Poeta estadunidense da geração beat


Irwin Allen Ginsberg nasceu em uma família judaica, em Newark, Nova Jersey, em 5 de abril de 1916. Teve uma infância conturbada, pois sua mãe era completamente paranoica e acreditava que o mundo conspirava contra ela. Irwin era um garoto tímido e descobriu bem jovem seu desejo por meninos.

Na escola secundária, apaixonou-se pela obra poética de Walt Whitman, considerado o primeiro “beatnik”. Seguindo os conselhos de seu pai, ele matriculou-se no curso de Direito na Universidade de Columbia, em Nova York, quando fez amizade com William S. Burroughs, Neil Cassady e Jack Kerouac, todos interessados em drogas, sexo e literatura. Ginsberg era o mais jovem do grupo e acreditava que os amigos estavam em direção a uma grande visão poética, que ele e Kerouac chamavam de “New Vision”. Experimentou drogas como benzedrina e maconha e começou a frequentar bares gays em Greenwich Village. Iniciou um relacionamento amoroso com Neal Cassady e ia com frequência visitá-lo em Denver e São Francisco.

Ginsberg levava uma vida bizarra, como se procurasse em si a loucura da mãe. Aos 29 anos, ele já havia escrito muitos poemas, embora quase nada ainda tivesse sido publicado. O seu principal sucesso foi o livro “Howl” (Uivo), que foi o livro de poesia mais vendido nos Estados Unidos, com mais de um milhão de exemplares, seguido por vários outros como “Kaddish”, onde ele fez uma espécie de exorcismo, escrevendo sobre a loucura e a morte da sua mãe. Nesse período ele viajou pelo mundo, descobriu o budismo e apaixonou-se por Peter Orlovsky (1933-2010), que seria seu companheiro pelo resto da vida, embora a relação entre eles não tivesse sido monógama.

O poeta era uma celebridade entre os jovens dos anos 60, e se aliou a Timothy Leary, guru do LSD, para divulgar o sintético psicodélico. Participou de uma lista enorme de eventos como o “Human Be-In”, em São Francisco, 1967,quando conduziu uma multidão cantando o mantra “Om”. Também foi figura-chave nos protestos contra a Guerra do Vietnã.  Ao lado da poeta Anne Waldman, criou uma escola de poesia. Participou de eventos multiculturais e tinha uma agenda social ativa até sua morte, em 5 de abril de 1997, em Nova York.
Ginsberg influenciou vários artistas. No Brasil, Cazuza também era seu fã e cita o poeta na canção “Só As Mães São Felizes”.
Allen Ginsberg  articulou e formalizou o “beat”, tendo sua escrita oscilado entre o mantra e o sexo explícito, o sagrado e o profano, o espiritual e o material. O poeta contestador transitava entre dois mundos: o da marginalidade e o da cultura erudita.

Allen Ginsberg Reading Howl

Poeta estadunidense da geração beat
Bob Dylan & Allen Ginsberg – Vomit Express. mp4

Allen Ginsberg and Paul McCartney – “A Ballad of American Skeletons”

Comente