“Um amor de vinil”

Amanda (Françoise Forton) é proprietária de uma loja de discos de vinil que sobreviveu até ao auge do CD. Animada e bem-humorada, ela nunca chegou a se ligar, de verdade, a homem algum. Maurício (Maurício Baduh) é um dos seus clientes mais fiéis, que se diverte com Amanda da mesma forma que é extremamente fiel à sua mulher. Mas os dois acabam se envolvendo a partir do interesse em comum pela música.

O texto de Flavio Marinho enaltece o romanticismo com delicadeza e humor. “Um Amor de Vinil” apresenta uma trama conduzida através do contexto musical que homenageia a teatralidade da música brasileira. É um espetáculo musicalmente rico e apaixonante, cheio de memórias emotivas. O espectador canta e se encanta com a história de amor de Amanda e Mauricio, uma mulher que ensina um homem a sorrir e um homem que ensina uma mulher a chorar.

De uma delicadeza impressionante, Francoise Fourton transpira graciosidade e carisma em cena, já Mauricio Baduh domina o palco com a sonoridade de sua voz. “Um Amor de Vinil” é um musical leve, delicado e despretensioso sobre o amor, onde a música tem papel essencial em florescer a história do casal embalados por 22 clássicos da música brasileira.

O cenário minimalista merece destaque pelo detalhes musicais.

Comente