Um dos grandes poetas hebreus

Shaul Tchernichovsky nasceu em 20 de agosto de 1875, na aldeia de Mykhailivka Raion, império russo (atualmente Ucrânia). Fez seu curso primário em uma escola hebraica moderna e com dez anos mudou-se para uma escola russa. Aos 14 anos, Tchernichovsky foi para Odessa  a fim de continuar sua educação. Ele estava interessado principalmente em Línguas e estudou alemão, francês, inglês, grego e latim, o que lhe permitiu fazer traduções importantíssimas.

Em Odessa frequentou os círculos literários sionistas e hebraicos e seus primeiros poemas foram publicados em Cracóvia, em 1892.  Shaul não conseguiu ingressar em uma universidade russa e estudou Medicina em Heildelberg. Completou seus estudos médicos em Lausanne, em 1905. Retornando à Rússia, ele não conseguia o reconhecimento de seu diploma. Após várias tentativas, finalmente obteve reconhecimento e instalou-se em São Petersburgo.

No início da Primeira Guerra Mundial, ele foi recrutado e serviu como médico do exército em Minsk e em São Petersburgo. Depois  da revolução bolchevique, sua situação econômica se deteriorou e, em 1919,  ele se instalou em Odessa, onde levou uma  vida modesta como médico. Três anos depois, deixou a Rússia para sempre. Ficou por pouco tempo em Constantinopla  e tentou, sem sucesso, um cargo de médico na Palestina.     Tchernichovsky, então, transferiu-se para Berlim. Lá ele editou em uma enciclopédia uma seção médica e outra de Ciências Naturais. Escreveu histórias e artigos e dedicou-se à tradução de autores como Sófocles, Goethe, Molière, Shakespeare, Pushkin, Byron, Kalevala, entre tantos outros.

Em 1931 ele imigrou para o mandato britânico da Palestina onde se instalou permanentemente.
Tchernichovsky serviu como médico da Herzliya Hebrew High School e também como médico para escolas municipais em Tel Aviv. Foi editor do manual de terminologia hebraica para Medicina e Ciências Naturais.

Shaul era amigo da distinta família Klausner, de Jerusalém, e era chamado de “Tio Shaul” por uma criança que cresceria e se tornaria o romancista Amos Oz.
Shaul Tchernichovsky morreu em Jerusalém em 14 de outubro de 1943, deixando uma obra poética importante e uma coleção de prêmios: o Bialik de literatura (duas vezes) e vários outros por suas traduções.

Credo
Shaul Tchernichovsky

Ri, ri de todos os meus sonhos!
O que sonho será realidade!
Ri por eu acreditar nos homens,
E por acreditar em ti.

Minha alma pede ainda uma liberdade,
Que não se troca por bezerros de ouro,
Porque ainda acredito nos homens,
E no seu espírito forte e corajoso.

E no futuro acredito
Que ainda distante, ele virá
Quando nações abençoem outras
E paz por fim a terra encherá.

Comente